A Biblioteca

 


A Biblioteca ostenta o nome Luísa Dacosta, em homenagem à escritora que durante anos lecionou na escola, e possui um Fundo Documental específico que reúne exemplares do conjunto da sua obra, bem como textos e imagens a seu respeito.


O espaço onde se encontra instalada é o da antiga capela do Colégio Brotero posteriormente ampliado. Conta com espaços de atendimento, informática e auditório.


No antigo altar conserva-se um fresco notável do pintor Martins da Costa, recentemente restaurado por uma equipa da Universidade Católica.


Em tempos normais, a Biblioteca encontra-se aberta para todo o tipo de atividades de ocupação de tempos livros (leitura, estudo, jogos, visualização de filmes), mas os tempos atuais limitam não só a lotação, como as atividades permitidas: neste momento permite a entrada a oito alunos que apenas podem estudar ou ler um livro préviamente requisitado. Os alunos também podem ir à Biblioteca com a turma, acompanhados por um professor, em contexto de aula.

A atividade que continua a ser sempre permitida, e encorajada, é a requisição de livros, que pode ser feita online aqui, respeitando as novas regras de empréstimo domiciliário.