Pormenor da Biblioteca Luísa Dacosta, fresco de Martins da Costa, Séc. XX

Área de leitura informal

Pequeno auditório

Área de informática e multimédia

Fundo documental

Oficinas de leitura em voz alta

No 2º ano do projeto «Ouve, isto é um livro!», arrancou novo ciclo de Oficinas de leitura em voz alta.
Os alunos mais uma vez mostraram a sua adesão e envolvimento quando se trata de livros e leituras.

Ilustrador do mês - dezembro '19


Ilustrador do mês - novembro '19


Dia Mundial da Alimentação

A Biblioteca também se associou à comemoração do Dia Mundial da Alimentação com a atividade Fruta & Poesia.
No dia 16 de outubro, os alunos da nossa escola almoçaram com poesia. Os tabuleiros da cantina foram ornamentados com poemas.
Também professores e assistentes operacionais foram surpreendidos com poesia, a propósito de... alimentação!


Ilustrador do mês - outubro '19


Projeto de leitura 3º ciclo


Os alunos do 3º ciclo tiveram a oportunidade de ver, manusear e consultar todas as obras previstas no projeto de leitura da disciplina de Português, do seu ano de escolaridade.
A Biblioteca preparou para o efeito uma exposição com os títulos definidos para cada ano, proporcionando assim um contacto direto dos alunos com as referidas obras.

Foram aulas de Português diferentes. Alunos e livros, numa iniciativa que pretende acima de tudo favorecer momentos de contacto direto com a literatura, sem a mediação de Manuais ou textos impressos.


Saber utilizar a Biblioteca


E porque a nossa Biblioteca é um mundo. Um mundo a descobrir. Ao longo da semana de 23 a 27 de setembro, os alunos de 5º ano estiveram na Biblioteca fizeram muitas perguntas e ficaram a conhecer as diferentes áreas, a sua organização e os serviços que temos para lhes oferecer.

Também o serviço de requisição domiciliária começou a funcionar com milhares de títulos disponíveis, para todos os gostos.

Receção aos 5º anos

À semelhança dos anos transatos, a equipa da BE deu as boas-vindas a todas as turmas de 5ºano. Foi bom ver tantas caras novas que mostraram muito interesse não só pelo espaço, mas também pela possibilidade de mergulhar no mundo dos livros que temos para lhes oferecer.
No final da sessão, os alunos foram convidados a deixar registado o livro que gostariam de ler na Biblioteca, em cartolinas preparadas para o efeito.
O resultado final encontra-se exposto no Átrio de Cultura e já dá para antever os gostos literários dos nossos alunos.

Obra de arquitetura do mês' junho 19


Faculdade de Arquitetura, Porto, 2001.
Álvaro Joaquim Melo Siza Viera, internacionalmente conhecido por Siza Vieira (25 de junho de 1933), é o arquiteto português mais premiado internacionalmente.

O conjunto de edifícios que constituem a Faculdade, situados no polo do Campo Alegre, foi projetado pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira com Adalberto Dias.
Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) é uma unidade orgânica da Universidade do Porto vocacionada para o ensino da Arquitetura.
É correntemente referida, no âmbito da arquitectura, como a "Escola do Porto".
A Escola do Porto exerce grande importância no cenário arquitetônico mundial, sempre figurando entre as melhores em rankings e tendo arquitetos como Eduardo Souto de Moura (Pritzker 2011), Fernando Távora e o próprio Álvaro Siza Vieira (Pritzker 1992), como grandes precursores .
O programa original da escola incluía instalações de salas de aulas para 500 estudantes, um auditório, administração, uma sala de exposições e uma biblioteca. O arquiteto decidiu fragmentar esse programa em edificações separadas. Na parte sul, com vistas para o Rio Douro, foram implantados os programas de salas de aula e ateliês. Uma característica marcante da obra de Siza, que é de enquadrar magistralmente as vistas que deseja que o observador aprecie, é bastante marcante nesse projeto e, sobretudo, nos volumes de salas de aula. Esses volumes, cuja atividade de projeto carecem de inspiração, tem uma relação fortecom o entorno natural da cidade do Porto. São justamente essas aberturas, em conjunto com as proteções solares, que Siza cria uma diferenciação e um movimento entre os volumes.


Obra de arquitetura do mês' maio 19


Coliseu do Porto, Porto, 1941
Arquitetos: Cassiano Branco e Júlio de Brito Cassiano Viriato Branco
Cassiano Branco e Júlio de Brito Cassiano Viriato Branco (Lisboa, 13 de Agosto de 1897 — Lisboa, 24 de Abril de 1970) – arquitetos portugueses. Cassiano Branco é um dos mais importantes arquitetos da primeira metade do Século XX em Portugal. Pertence ao grupo notável – que inclui Pardal Monteiro, Cottinelli Telmo, Carlos Ramos, Cristino da Silva ou Jorge Segurado – que protagonizou a viragem modernista da arquitetura portuguesa.
A influência da Art Déco e do modernismo europeu torna-se determinante a partir do início da década de 1930. Cassiano Branco empenha-se em projetos visionários, formalmente avançados para a época.
O Coliseu do Porto, Grande Casa de Espetáculos da cidade, projeto dos arquitetos Cassiano Branco e Júlio de Brito, foi inaugurado a 19 de Dezembro de 1941.
Os primeiros esboços encontrados, que sugeriam a construção de uma grande Casa de Espetáculos, datam do ano de 1911. Mais tarde outros arquitetos fariam alguns estudos, mas em 1939, Cassiano Branco assume o cargo de arquiteto dirigente. O Coliseu do Porto acaba por ser finalizado em 1941, num estilo moderno que de imediato se tornou uma referência arquitetónica. Um edifício vanguardista que veio marcar de forma indelével a baixa do Porto e o coração de todos os portuenses.
No ano de 1995 o edifício correu o risco de fechar e de ser comprado para um fim completamente diferente, no entanto várias personalidades do Porto, incluindo Pedro Abrunhosa, começam um movimento no sentido de preservar este emblemático equipamento da cidade.
Em 1996 o Coliseu voltou a abrir as portas, sendo atualmente uma grande sala de visitas do Porto, acolhendo vários tipos de espetáculo, incluindo o Circo. De certeza que é um espaço que, mais tarde ou mais cedo será visitado pelos portuenses.



Semana da Leitura 2019 - Workshop Cristina Valadas


No dia 4 de abril de 2019, quinta-feira – Dia do Livro Ilustrado, no programa de atividades da Semana da Leitura, a nossa Biblioteca teve o privilégio de receber a ilustradora e artista plástica, Cristina Valadas.
O 6ºA foi surpreendido pela artista que lançou vários desafios aos alunos. Antes de avançar com os materiais de ilustração, Cristina Valadas arrebatou os alunos com a criação de uma teia da amizade, gerando desde logo um clima especial para as restantes tarefas relacionadas com a Arte.
Foi então que se passou à ilustração do melhor amigo, sendo que os resultados foram efetivamente de verdadeiros «artistas».
Um momento muito agradável, com Arte e Amizade de mãos dadas, na verdadeira aceção do termo!

Concurso do Sono


No dia 22 de abril, pelas 10.15m teve lugar na Biblioteca Luísa Dacosta a entrega de prémios aos alunos vencedores do Concurso do Sono.
Na modalidade de banda desenhada, a vencedora foi a aluna Helena de Sousa Andrade, 5º ano.
Na modalidade de texto narrativo, a aluna Luísa Sarsfield, 8ºano.
Tendo em conta o tema do concurso, as premiadas receberam uma linda almofada e um macio porta-chaves.

Semana da Leitura 2019 - Sessão "O Audiovro"


No dia 3 de abril, as turmas 5I e 5H assistiram a uma palestra sobre «O audiolivro». Os alunos estiveram muito atentos e aderiram prontamente ao desafio: ouvir o conto «O Príncipe preguiçoso», da Biblioteca Digital, em formato audiolivro. Foram distribuídos auscultadores aos alunos que, com o seu telemóvel, tiveram a oportunidade de aceder ao referido audiolivro.
Foi muito interessante verificar a pronta adesão dos mesmos e o entusiasmo revelado com esta diferente abordagem do livro.






Obra de arquitetura do mês' abril 19


Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Porto, 2001. Arquiteto: José Manuel Soares
José Manuel Soares nasceu no Porto, Portugal em 1953, estudou Arquitetura na Escola de Belas Artes do Porto (atual Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto – FAUP), onde se licenciou em 1977.
Desde 1984 até à data presente é docente na FAUP, onde obteve o grau de Doutor em Arquitetura em 2013.
Realizou diversas obras e projetos nos campos da Arquitetura e Urbanismo tanto em Portugal como no estrangeiro.
A Biblioteca Municipal Almeida Garret ( BMAG) é uma biblioteca pública situada nos Jardins do Palácio de Cristal. O edifício, para além da biblioteca, tem uma galeria, uma cafetaria com esplanada e um pequeno auditório. Construída no âmbito do Porto 2001 - Capital Europeia da Cultura, foi inaugurada em 2 de Abril de 2001.
Sendo Abril o mês dos livros (no dia 2 Abril celebra-se o Dia do Livro Infantil e no dia 23 de Abril celebra-se o Dia Mundial do Livro e Direitos de Autor) não há nada melhor do que visitar uma biblioteca, que se encontra um belo jardim…


Semana da Leitura2019: 5 dias - 5 desafios


Semana da Leitura 2019 - Ouve, o que é um livro?


No âmbito da semana da leitura, também o átrio da Biblioteca foi espaço de cultura, onde o livro esteve em destaque. Os alunos aderiram entusiasticamente às propostas lançadas:
A minha estante de sonho, com o preenchimento das lombadas de uma estante imaginária e Para mim um livro é…
Aqui ficam alguns testemunhos dos nossos alunos.


O livro para mim é um amigo.

Para mim um livro é o retrato daquilo que nos vai na cabeça, é um objeto mágico.

Para mim um livro é uma aventura em cada página.
Um livro é um mar de ondas de imaginação que nunca acaba.
Um livro é um passaporte para uma viagem.
Um livro é um mistério, porque antes de o lermos nunca sabemos o que nos conta.
Um livro é uma porta que se abre para todos.
Para mim, um livro são páginas com magia.
É imaginar, é viajar para dentro de uma história.



5 dias - 5 desafios


Semana da leitura 2019



Obra de arquitetura do mês' março 19



 Terminal de Cruzeiros de Leixões, Matosinhos, 2015. Arquiteto: Luís Pedro Silva

Luís Pedro Silva nasceu em Oliveira de Azeméis, em 1971. É licenciado pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto – FAUP (1995), com frequência de um ano em Paris, mestre em Planeamento e Projeto do Ambiente Urbano pela FAUP e pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (1998), e doutor em Arquitetura, pela FAUP, com a tese Das Espécies de Espaço ao Espaço da Espécie-Princípios de Observação do Espaço como Condição da sua Organização Atual (2016). É docente de Projeto na FAUP, desde 1999, e investigador do Centro de Estudos de Arquitetura e Urbanismo (CEAU), desde 2002.
Tem realizado obras e projetos em várias cidades do país, na Europa, em África e na América. A sua obra mais divulgada é o Terminal de Cruzeiros de Leixões, em Matosinhos.
Terminal de cruzeiros de Leixões, inaugurado em 2015, é uma estrutura de 40 metros de altura e com 18.500 metros cúbicos de betão.
A estrutura em espiral do novo terminal de cruzeiros está revestida de cerca de um milhão de azulejos brancos fabricados pela Vista Alegre.
Em fevereiro de 2017, foi distinguido pelo sítio arch daily, vencendo o prémio de edifício do ano na categoria "Arquitetura Pública".
Na praia de Matosinhos pode-se apreciar este belo edifício, tão inovador nas suas formas.




Projeto «Ouve, isto é um livro!» - Oficinas de leitura em voz alta

Ser leitor implica esforço, trabalho fora de horas, atividades que têm que ser postas de lado, mais tempo depois de uma semana de aulas. Não é para todos, é mesmo só para quem gosta.
E foi assim, ao longo do meses de janeiro e fevereiro, à sexta-feira, das 18h15 às 20h00, em pleno inverno, que 44 alunos se divertiram bastante.
Leram de pé, em cima das mesas, deitados e até de pernas para o ar, mas muito bem e com todo o respeito, poetas como Manuel António Pina, Cecília Meireles, António Lobo Antunes, Sophia de Mello Breyner, António Torrado e Manuel de Barros.

Top 10

O serviço de requisição domiciliária teve os seguintes títulos em destaque, com o maior número de requisições.

Obra de arquitetura do mês' janeiro 19